Lima Barreto: Triste visionário

Ideal de Lima Barreto é retratado em biografia de Lilia Moritz Schwarcz que será lançada hoje em Belém




Há pelo menos 20 anos, a antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz vem flertando com a obra do escritor Lima Barreto (1881-1922). Mas foi em 2007 que ela iniciou o que viria a se tornar seu trabalho de maior fôlego e que reforçará sua imagem de uma das mais importantes pesquisadoras brasileiras - Lima Barreto: Triste Visionário, esperada biografia que traça não apenas a trajetória artística do autor, mas também seus dissabores pessoais. A obra será lançada hoje em Belém, no Centro de Memória da Amazônia (Travessa Rui Barbosa, 491), após um debate que contará com a presença da autora e dos pesquisadores Décio de Alencar Gusmán, da UFPA, e Serge Gruzinski, da École des Haustes Études en Sciences Sociales de Paris. A programação começa às 9h30.

Fonte: Site de O Liberal Online (Texto)
Imagem: Site do google

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA