As duras lições do cárcere

Drauzio Varella fecha trilogia sobre sistema carcerário com “Prisioneiras”



Quando deu o ponto final em Prisioneiras - livro cuja primeira fornada de 70 mil exemplares a Companhia das Letras lançou no mês passado -, o médico e escritor Drauzio Varella viu-se diante do final de uma jornada de 28 anos. Esse foi o período em que trabalhou como voluntário em presídios paulistas, experiência que lhe inspirou a escrita Estação Carandiru (1999), depois Carcereiros (2012), até fechar a trilogia com Prisioneiras. Só o trabalho na cadeia deve continuar. “Não consigo pensar em outro livro sobre a cadeia - as histórias que tinha para contar estão ali. Sobraram algumas avulsas, mas que só poderão inspirar contos. Acredito que consegui dar uma ideia de como vivi essa experiência”, afirma.

Fonte: Site de  O Liberal Online (Texto e foto)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA