A Amazônia que faz arte


Programação do Sesc será aberta amanhã em Belém, com apresentações de espetáculos diversos, meses: agosto e setembro




Belém recebe a segunda etapa da Mostra Sesc Amazônia das Artes 2017, a partir de amanhã. O projeto do Serviço Social do Comércio (Sesc) difunde a diversidade cultural entre os estados da Amazônia Legal (Acre, Rondônia, Roraima, Amazonas, Amapá, Pará, Maranhão, Mato Grosso e Tocantins) e também o Piauí, em diversas áreas, como na música, dança, circo, teatro, literatura, artes plásticas e cinema, possibilitando a circulação e o intercâmbio dos espetáculos e dos artistas, além da realização de oficinas. A capital paraense terá um mês inteiro de programação gratuita no Centro Cultural Sesc Boulevard e nas ruas da cidade. Toda a programação do Amazônia das Artes no Pará está disponível no site www.sesc-pa.com.br. 
O curador do projeto no Pará, Ademir Silva, explica que a capital paraense terá mais programação gratuita na terceira etapa da mostra, em setembro. O Sesc Amazônia das Artes teve início no mês de maio. Enquanto o Pará recebe artistas de outros estados, os artistas paraenses se apresentam fora. Este ano, o pintor Éder Oliveira representa as artes plásticas com a exposição de telas “Alistamento”; Ester Sá representa a literatura paraense com o espetáculo de contação de história chamado “Nina Brincadeira de Criança”; enquanto Andrei Miralha e Marcílio Costa representam o cinema no curta-metragem de animação “Pedaços de Pássaros”.


Fonte: Site de O Liberal Online (Texto e foto)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA