O poema sinfônico de Richard Strauss

Concerto da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz apresenta obras consagradas do compositor alemão



A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) realiza hoje o concerto “Assim falou Zaratustra - Obras de Richard Strauss”, com obras do compositor austríaco Richard Strauss (1864 - 1946). O espetáculo tem regência do maestro titular Miguel Campos Neto e a participação especial da soprano Kezia Andrade. A apresentação acontece no Theatro da paz, a partir das 20 horas, com entrada franca. Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do teatro a partir das 9 horas da manhã. 
O programa do espetáculo traz as “Quatro Últimas Canções” do compositor - “Frühling” (Primavera), “September” (Setembro), “Beim Schlafengehen” (Ao adormecer) e “Im Abendrot” (No crepúsculo) -, a suíte da Ópera “O Cavaleiro da Rosa” e a famosa “Assim Falou Zarathustra”, popularizada como os dois primeiros minutos de abertura do filme “2001: uma odisseia no espaço” (1968), do diretor Stanley Kubrick. As obras refletem a maneira de compor de Strauss e a sua referência em poemas sinfônicos, ou seja, obras criadas a partir de produções literárias.
“Assim Falou Zarathustra”, por exemplo, foi criada após a leitura da obra homônima do filósofo alemão Nietzsche. “Dizem que ele (Strauss) ficou tão impactado com essa obra, que ficou até febril.

Fonte: Site de O Liberal Online (Texto e foto)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA