Fonoteca Satyro de Mello chega a 30 anos de história

Programação que comemora a data terá palestra, show e feira de vinis em 2 dias



São 30 anos dedicados à música, de diversos gêneros, do infantil ao erudito, passando pelo pop, jazz e rock. A Fonoteca Satyro de Mello, da Fundação Cultural do Pará (FCP), possibilita ao público viajar no tempo e curtir o que de especial os vinis e LPs têm a oferecer. Para comemorar a data, a FCP vai realizar uma programação especial. Serão dois dias de atividades, o conhecido Fonoteca Acústico e a Feira do Vinil, que inicia nesta segunda, a partir das 9h. Nesses dois dias também estão previstas palestras que destacam a mídia conhecida como “bolachão”.
Uma das palestras será a “Disco de Vinil – da Laca Goma de 1890 ao PVC” que será ministrada pelo colecionador e também DJ Apoena Augusto, que começou a discotecar aos 14 anos. Ele conta que sua coleção tem mais de 500 discos e pretende destacar a importância do vinil para o público jovem. “Eles já nasceram na época do MP3, de condensação de frequências, a ideia é justamente essa, provocá-los, ter contato com a música, entender a composição visual que está presente nas capas e nos chamados disco picture (Disco com fotos impressas)  todo o processo do disco de vinil”, pontua.
O Dj também comenta sobre o mercado desse segmento fonográfico de Belém. “Ele é bem movimentado, não é difícil encontrar a galera do vinil, eles estão sempre nos eventos de vendas e trocas, que estão sempre cheios, do início ao fim”, comemora.

Fonte: Site de O Liberal Online (Texto e foto)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA