Capanema-Pará-Corpus Christi 2017: O reflexo da arte contornado com os adornos do tapete colorido








A rotina da cidade sai do natural gerando expectativa tanto para quem está trabalhando na retaguarda para que a procissão seja grandiosa, quanto aos que se encarregam de divulgar e até os que apenas admiram a beleza do tapete que se transforma após as ações dos artistas que se debruçam sobre o chão de asfalto para desenhar as figuras que são partes do tema escolhido pela coordenação.
Tudo isso alinhavado com a preparação do material que está armazenado aguardando o momento de ser usado, nos contornos e nas configurações do que corresponde ao que foi definido. Tudo nos conformes para a procissão de Corpus Christi em Capanema, somando 41 anos de dedicação e Fé na Eucaristia.
Primeiro é celebrada a missa do envio, passando pela decoração do trecho de 1.300 metros de ruas, para quando amanhecer a quinta-feira, 15, o brilho seja constante sob os raios do sol, encarregado de embelezar chamando a atenção das pessoas que vislumbram a extensão do “tapete” que é o alvo dos fotógrafos profissionais e amadores.
É assim que a festa acontece e é assim também que o povo de Capanema referencia Corpus Christi como um dos maiores eventos religiosos e culturais da Região Nordeste do Pará. Assim sendo, o turismo religioso tem seu espaço, pois os visitantes de outras localidades se deslocam como podem para participarem de celebração.

Venha pra Capanema você também!!!

Edição e digitação: Dinho Aguiar
Texto: Paulo Vasconcellos

Fotos: Divulgação











Comentários

MENSAGEM DA SEMANA