Revolução cabana de volta aos palcos





Montagem do Grupo Encenação apresenta história de amor em meio à luta armada

O espetáculo “Cabanos - Uma Viagem no Tempo”, que volta aos palcos paraenses hoje, no Teatro Margarita Squivazappa, pretende mostrar ao público as raízes do povo paraense, através da página mais importante da sua História - a Revolução Cabana, quando a população mais humilde - “cabanos”, porque moravam em cabanas - pegou em armas e proclamou o Estado do Pará independente do Reino de Portugal. Mas, segundo o diretor do espetáculo, Fernando Matos, não é apenas uma interpretação do fato histórico, também tem momentos de “ficção romântica, vividos pelos personagens Germano Aranha e a filha do então governador do Estado, Lobo de Souza, a senhorinha Elizabeth”.  “Cabanos” começa uma nova temporada de amanhã, no Margarida Schivasappa, do Centur, e vai até o dia 13, sábado. O ditretor chama a atenção para o momento no qual a peça é apresentada: o aniversário de Belém. “Momento para reflexão sobre o papel do povo na condução da política da cidade”.

Digitação: Dinho Aguiar
Fonte: Site de O Liberal Online (Texto e foto)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA