Livros de Paulo Coelho confiscados



Obras do brasileiro e de nomes Dan Brown e Nietzsche estariam sendo queimadas

Livros de Paulo Coelho foram confiscados na Líbia, como parte de uma ofensiva por parte de grupos extremistas dentro do próprio governo contra o que chamam de “invasão cultural” do Ocidente e “tendências pervertidas”. Pelas redes sociais, o brasileiro anunciou que “não podia ficar sentando vendo seus livros serem queimados” e prometeu acionar a embaixada do País em Trípoli para avaliar o caso.

Fonte: Site de O Liberal Online (Texto)
Foto: Divulgação no google


Comentários

MENSAGEM DA SEMANA