De Verso em Prosa - Vamos Poetar



Nostálgicos Respingos

Prisma que reflete consistente medida
Madeixas que mostram flexibilização
Síntese de um aforado rigor
Revigorante e afinada plenitude
Poesia lírica como herança
Primazia na eloquente declamação
Sofrível e extenuante cansaço
Controle da respiração ofegante
Recital de um grupo vocal
Lágrimas que complementam o prazer
Néctar de conceituada flor
Nostalgia nos pingos da chuva
Que cai em noite silenciosa
Sonho lindo de viver
Espanto que se transforma em vertigem
Sabor inigualável da fruta predileta
Junção de corretivas insinuações
Palavra consumida por frase completa
Muitas razões
Poucas ilusões. (PV)

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA