Crise favorece venda de livros em sebos

CRESCIMENTO: Mercado informal oferece obras de grande interesse a preços módicos


O hábito da leitura, ao contrário das expectativas, parece que vem crescendo em Belém. Os clubes de leitura se multiplicam pela cidade e os sebos são vistos com cada vez mais frequência em várias partes da capital. Mais baratos e com grande diversidade literária, indo desde clássicos até obras técnicas e científicas ou best-bellers, os sebos conquistaram o público.
Aparentemente, muitos leitores resolveram trocar os livros novos por exemplares já usados, mas em bom estado de conservação, seja por motivos econômicos ou predileção pela história de um livro já manuseado por outros donos. Seja como for, o aumento expressivo dos grupos de leitura tem incentivado e fortalecido a cultura de vendas de livros usados, gerando crescimento na renda dos proprietários de sebos e propagação destes espaços de compras, vendas e trocas de obras.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA