De Verso em Prosa - Vamos Poetar



Minha Terra... Meu Tesouro
Eis-me aqui para te saudar
No memorável dia de tua história
Encho-me de entusiasmo para festejar
Exercitando o aguçar da minha memória
Escrevendo sobre tua existência
Sem precisar recorrer à antiguidade
Com apenas algumas suaves palavras
Posso formar uma significativa oração
Conjugo verbos para te contemplar
Do fundo do meu coração
Formulo versos para te cortejar
És a minha cidade
Afinidade representada em qualquer ocasião
Monumentos em ti erguidos
São teus marcos históricos
Gravados em apontamentos saudosistas
Lembro-me com alegria
O forte apito do trem
Que cortava as matas e relevos
Pela ferrovia Bragança-Belém
Belas lembranças da Avenida Joaquim Távora
Que era moldurada por frutíferas mangueiras
O banho refrescante no rio “Pau Grosso”
Pedaladas que me levavam ao bairro da Pedreira
Passeios que pareciam viagens
Beleza feminina que encantou o Pará
Nos estádios e gramados
As glórias da Seleção
Lembranças do tempo de outrora
O time tricampeão
Edson Cimento, Rodete e Mário Piçarra,
Ajáx, Sinval e Vanginho,
Téo, Chico Bulhões e Zezana
Oliveira, Canhoto e Escurinho,
Esquadrão da Terra do Cimento
Jurandir Branco e Marinho
Dédi, João Serra e Ribamar
Marcelo, Jatair e Miguelzinho
Goleiros do time de Ouro
Carlindo, Satuca e Ozéas
Esse chamado de “Orelinha”
Zé Raimundo, Sarará e Carlinhos
São alguns dos craques renomados
Que vestiram a camisa do timaço
Conquistaram títulos invictos
Pelos campos do interior
Tudo isso é magistral
Capanema de somadas vitórias
De bandeira azul e amarelo
Capanema minha pátria amada
Cidade que tanto amo
Capanema minha vida
Capanema meu tesouro. (PV)
**Minha saudação à Capanema nos festejos dos 106 Anos de progressista exitência

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA