De Verso em Prosa - Vamos Poetar


               Impulsividade

Apraz-me sugar o néctar de uma bela flor
Seja ela vermelha ou amarela
Alimento meu coração com palavras de amor
Fecho a porta e abro a janela
Para meu conforto maior
Um conforto prazeroso
Ajustado por refinada razão
Preservação de uma conduta
Admirável árvore em fronde
Forma híbrida de conciliar intenção semântica
Motivação imensurável e resoluta
Paz de espírito e serenidade
Atos que reforçam a benquerença
Uma paixão simétrica

Impulsiva cumplicidade romântica. (PV)

Dedicatória - Faço menção honrosa à minha poetamiga Benigna Samselski, como forma de agradecimento por sempre me recarregar de motivações, assim como muitas outras pessoas que gostam do meu trabalho.

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA