Quaderna é atração no Sesc Amazônia das Artes

Grupo circula pela região apresentando o concerto “Pregões – A Melodia das Ruas”

Viajar pelo seu território fazendo arte, divulgando a diversidade cultural local e interagindo com artistas de outras cidades. Graças ao investimento do programa Sesc Amazônia das Artes, o grupo paraense Quaderna vai ter essa oportunidade pela segunda vez neste ano. Liderado pelos compositores Allan Carvalho e Cincinato Marques Jr., o grupo se prepara para mais uma turnê pela região mais ao Norte do Brasil. Entre os dias 9 e 18 de agosto, eles circulam por Teresina (PI), Cuiabá (MT), Macapá (AP) e Manaus (AM) com o show “Pregões – Melodia das Ruas”. E a turnê, que é a segunda etapa do projeto que já passou por cinco capitais nortistas em maio passado, começa dessa vez com um show hoje no Sesc Boulevard, em Belém.
O conceito de região é “estendido”, já que a Amazônia legal compreende além dos estados da região Norte, parte do Maranhão e Mato Grosso. O Piauí, cuja capital está no roteiro do programa, não é oficialmente um estado amazônico. “Circular pela região nos mostra com clareza o que é o chamado ‘custo amazônico’”, ressalta.
No âmbito dos movimentos culturais o “custo amazônico” é um conceito amplo, que engloba o déficit histórico de políticas públicas culturais na região e evidencia o gasto extra (às vezes, “extravagante”) das produções com a realidade econômica e social para se realizar arte e cultura. “Um exemplo forte disso, que ficou evidente na nossa primeira viagem pela região, são as rotas aéreas disponíveis no Brasil, que por interesse econômico das companhias, tornam nosso trajeto longo e custoso”, observa Allan Carvalho.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal/Magazine

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA