Noite de festa para Caetano Veloso

Gigi Furtado, banda Cactus ao Luar e DJs do coletivo fazem homenagem ao cantor


Uma das mais tradicionais homenagens ao ícone da música popular brasileira, Caetano Veloso, será realizada hoje, no Tábuas de Maré. Produzida pela Black Soul Samba, a festa é um grande tributo que tem à frente a cantora Gigi Furtado, interpretando as canções de Caê em um show denominado “Escândalo!”. Além de Gigi e sua banda, Cavaleiros de Jorge, a noite terá ainda show da banda Cactus ao Luar, fazendo sua estreia na BSS. A versão 2016 do show homenagem terá composições das diversas fases dos mais de 50 anos de carreira de Caetano Veloso, incluíndo sucessos de parcerias com Rogério Duprat e Gilberto Gil, entre outros. 
Um dos criadores do movimento tropicalista, Caetano Veloso tem mais de quatro décadas de carreira e, entre outros títulos, foi eleito pela Revista Rolling Stone como o quarto maior artista brasileiro de todos os tempos. Sua obra é marcada pela inovação poética e renovação musical. Seu trabalho começou em 1965, ao acompanhar a irmã mais nova Maria Bethânia com as apresentações nacionais do espetáculo “Opinião”. No final da década de 60, em 1968, foi um dos líderes do Tropicalismo, renovando o cenário musical brasileiro com o disco “Tropicalia ou Panis et Circencis”, incluindo diversos outros músicos como Tom Zé, Gilberto Gil, Gal Costa, Torquato Neto e Os Mutantes. 
Além da criação profunda, a carreira de Caetano também foi marcada pela prisão e exílio durante o regime militar brasileiro, período que resultou em obras como o álbum “Caetano Veloso”, com canções em inglês, lançado em 71, direcionado aos amigos e artistas que ficaram no Brasil. Retornou ao país em 1972, quando lançou o disco Transa e em 1976 montou o grupo Doces Bárbaros, com Maria Bethânia, Gal Costa e Gilberto Gil, influenciado pela temática hippie dos anos 1970 e lançando um disco com o qual saiu em turnê. Durante a década de 80 lançou os discos Outras Palavras, Cores, Nomes, Uns e Velô. Seu disco mais recente é “Abraçaço”, de 2012, com o qual saiu em turnê comemorativa de seus 70 anos.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal/Magazine

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA