Canto, interpretação e poesia juntos

Inscrições para oficina na Casa da Linguagem seguem até o dia 10, para dultos e crianças


Foi aos 31 anos que a auxiliar administrativa Francilene Hage decidiu dar vazão a um sonho de infância: o canto. Ela procurou uma oficina no Curro Velho e desde então não parou mais. Esta semana ela se inscreveu para o Laboratório de Canto, Interpretação e Poesia da Casa da Linguagem, para dar seguimento a tão sonhada carreira artística. “Além de ser um prazer cantar, as técnicas me auxiliam no dia a dia”, ressalta. 
A seleção para o Laboratório de Canto, Interpretação e Poesia, ofertado pela Fundação Cultural do Pará na Casa da Linguagem, abriu vagas para o mês de agosto. A atividade, ministrada pela cantora lírica Martha Serrano, tem como proposta formar novos artistas para atuarem como atores/intérpretes em leituras dramatizadas de poesia e prosa literária, tecendo, assim, um diálogo entre as três linguagens: música, teatro e literatura.  

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA