Incentivo à criatividade

Pará sediará um dos Núcleos Criativos de Cinema e Audiovisual no País. Para Fernando Segtowick, conquista vai impulsionar a produção local.


O Programa Brasil de Todas as Telas, da Agência Nacional de Cinema (Ancine), investiu na implantação de 14 novos Núcleos Criativos no país. A Clarté Serviços de Foto e Cinema, dirigida no Pará por Fernando Segtowick, foi uma das contempladas. Os núcleos foram destinados ao Rio de Janeiro (5), São Paulo (2), além de Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Bahia e Goiás (1 cada). 
Segundo Fernando Segtowick, os Núcleos Criativos vão atender a uma etapa muito importante dos projetos audiovisuais, que antes praticamente não existia no Brasil, o desenvolvimento de pesquisa, consultoria, escrita de roteiro, criação de personagens, formatos, produção de episódios-pilotos e formação de salas de roteiristas, entre outros processos. Desse modo será possível criar produtos audiovisuais muito mais maduros e mais competitivos. “Com a determinação da cota de 30% para projetos oriundos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, as empresas dessas regiões acessam esses recursos e podem começar a diminuir a distância para as produções feitas no Sudeste”.
Para as empresas, conforme Manoel Rangel, diretor da Ancine, a criação dos núcleos é um estímulo à organização de setores permanentes de criação. “Estamos realizando um forte investimento em desenvolvimento de projetos e tivemos uma resposta muito positiva do setor”. Ele ressalta que a iniciativa também é um reconhecimento ao trabalho do roteirista. “Temos 55 núcleos ativos em todo o País, que desenvolverão no mínimo 275 novos projetos, de diversas tipologias. Ao agregar este novo investimento serão 69. Com isso qualificamos ainda mais a produção de obras audiovisuais no Brasil”.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal/Magazine

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA