Fafá adia gravação do show pelos 40 anos como cantora

Álbum produzido por Manoel e Felipe Cordeiro condensa 4 décadas em 10 tracks

A cantora Fafá de Belém precisou adiar a gravação do seu show “Do tamanho certo para o meu sorriso”, por motivos técnicos. A nova data ficou marcada para o dia 11 de agosto, às 21h, no Teatro Bradesco, localizado no Bourbon Shopping, em São Paulo. Fafá pediu desculpas pelos transtornos e disse que aguarda todos os fãs nesse grande dia. Os ingressos que já foram adquiridos seguem válidos para as novas datas.
O show é feito em cima do álbum “Do tamanho certo para o meu sorriso”, que marca os 40 anos de carreira de Fafá de Belém, em 10 faixas. É um álbum orgânico e conceitual ao mesmo tempo. É orgânico porque o disco traz Fafá em sua mais pura essência: regional, interpretando composições paraenses, algumas clássicas no estado, outras inéditas. Há ainda de extremamente orgânico a natureza ibérica das interpretações arrojadas, típicas de Fafá, oscilando entre a intensa graça e teores dramáticos, conforme a necessidade sentimental de cada verso.
E o que dizer da regravação de “Usei você” (Nilton Cesar), sucesso de Ângela Maria, que Fafá ouvia em Belém, antes de se tornar uma cantora profissional: seria orgânico ou conceitual? O conceito começa na escolha do repertório e na disposição da miscelânea garimpada e escolhida pela própria Fafá e pelo DJ Zé Pedro, idealizadores da proposta produzida por Felipe Cordeiro e Manoel Cordeiro, que arranjam e tocam tudo no disco. A proposta é personalíssima e absolutamente singular, portanto, mais um motivo para que “Do tamanho certo para o meu sorriso” carregue o estigma de álbum conceitual. Mas isso é uma coisa que vai se detectando - o que é uma coisa e o que é a outra - ao logo da audição, enquanto degustamos cada fraseado musical”.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal


Comentários

MENSAGEM DA SEMANA