Descoberta de minério pode mudar o que sabemos sobre passado de Marte


Sabemos muito pouco sobre Marte, isso é um fato. Começamos a saber mais com a chegada da sonda Curiosity ao planeta, mas mesmo assim várias dúvidas ainda pairam. Mais ainda: novas começam a surgir.
E esse é o caso de um achado feito pela própria Curiosity em 2015. A sonda, no ano passado, encontrou um minério no solo de Marte que pode mudar para sempre nossa compreensão sobre o passado do planeta.

O minério em questão é uma pedra chamada tridimita. Ela é um dióxido de silício, também conhecido como sílica, que cristaliza a baixa pressão e temperaturas elevadas — maiores do que 800ºC. E isso poderia mudar nossa concepção de Marte drasticamente.

Isso porque cientistas, com a descoberta, buscam processos que produziriam a tridimita em temperaturas mais baixas. Mas a realidade é que é possível que o planeta tenha sido muito mais geologicamente ativos do que imaginamos. Além disso, os níveis desse minério encontrados indicariam que Marte já teve muita água em sua superfície.
O estudo em cima da presença de trimidita ainda é embrionário. Por isso, qualquer que seja seu resultado, há uma certeza entre os especialistas que estudam as informações vindas do Planeta Vermelho: pode ser que Marte possua processos ativos que nós não entendemos porque simplesmente não existem na Terra. E aí que vive a importância da existência de sondas como a Curiosity.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: Yahoo Notícias

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA