Bragança recebe a mostra Nucorponu, de San Marcelo


A combinação luz e nudez como elemento de (des)construção do erotismo é o principal mote da exposição Nucorponu, do fotógrafo e filmmaker bragantino San Marcelo, 29. A mostra será aberta hoje e poderá ser visitada até o dia 6 de agosto, na sala de exposição da Secretaria Municipal de Cultura Desporto e Turismo de Bragança, nordeste do Pará.
A instalação apresenta 22 fotos de modelos com o corpo nu, coberto apenas por pontos luminosos. “As cores azul e vermelho propõem os lados da exibição do corpo nu, os pudores, o erotismo, a pornografia, a indiferença, ao mesmo tempo tudo ou nada”, explica o artista, estreante em exposição fotográfica.  Segundo ele, a ideia é provocar a reflexão do expectador sobre os tabus a serem quebrados em relação à nudez.
“Essa experiência me fez enxergar mais a fundo e propor outras perspectivas a partir do corpo nu, um objeto tão conhecido, mas ao mesmo tempo tão cheios de limitações impostas pela sociedade”, ressalta Marcelo. A instalação conta com o apoio da Gráfica São João Batista.
Apesar da estreia em exposição fotográfica, o artista já acumula diversas experiências na produção audiovisual. Como filmmaker, dirigiu o curta-metragem Tons Bicentenário, exibido na II Mostra Curta Pará.

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal/Magazine

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA