Amazônia há 5 milênios

No prédio da Rocinha, no Goeldi, é possível mergulhar na história da Amazônia antes da ocupação europeia da região, há quatro séculos


Desde o final de junho, os visitantes que escolhem o Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) para aproveitar os dias de férias são conduzidos para uma viagem ao passado do bioma amazônico. Lá, podem conhecer um pouco sobre antigas populações que contribuíram para a Amazônia que conhecemos hoje.
A exposição “Origens: Amazônia Cultivada” está aberta de quarta-feira a domingo, das 9h às 15h, na “Rocinha”, o pavilhão de exposições do Goeldi. Em suas duas primeiras semanas de funcionamento, quase três mil visitantes já estiveram na exposição, que em seu dia mais movimentado registrou 700 visitantes.  
Na exposição, o público pode ver peças de mais de 5 mil anos, que evidenciam que o Homem interfere no ambiente amazônico há muito tempo. Há um machado semilunar e urnas funerárias encontradas próximas aos rios Itacaiúnas e Parauapebas, sudeste do Pará, além de uma ponta de flecha em quartzo coletada em Carajás, na mesma região. 

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA