Livro mostra movimento paraense na era do rádio

Musical: Pesquisador analisa presença dos locutores nas rádios paraenses



Discutir o processo de veiculação da produção musical pelos modernos meios de comunicação do século XX. Esse é o mote da pesquisa que resultou no livro "Cidade dos Sonoros e dos Cantores - Estudo sobre a Era do Rádio a partir da capital paraense" - de autoria do pesquisador Antonio Maurício Dias da Costa.
Maurício explica como se interessou pelo tema. "Trata-se de uma questão que me vinha à cabeça desde a pesquisa do doutorado, que rendeu o meu livro "Festa na Cidade" (Ed. UEPA, 2009), que estuda as relações entre os participantes do circuito das festas de brega de Belém e sua movimentação pela cidade", contou. 
"Mais tarde, a partir de 2011, me dediquei a investigar a presença dos 'sonoros' ou 'picapes' em Belém, os antepassados das atuais aparelhagens. E descobri que por volta dos anos 1940, alguns de seus primeiros locutores chegaram a trabalhar em emissoras de rádio", informou. 

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: ORM/O Liberal

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA