LANÇAMENTOS SOBRAMES: A arte de ouvir e de contar histórias

O médico Manoel do Carmo Soares lança amanhã o romance “Interior da gente”

Manoel do Carmo Soares é um dos médicos escritores que, com seu romance “Interior da gente”, participa da noite de autógrafos coletiva promovida pela Sociedade Brasileira de Médicos Escritores (Sobrames), amanhã, 30, às 19h30, na Estação Saúde da Unimed. Além dele também estarão lançando obras Elias David Dahan (as crônicas de “Campina”), Ivo Xavier (os ‘causos’ de “Taí o compadre que não me deixa mentir”) e Waldecir Palhares (o poema épico “Cabanagem”). Para Manoel do Carmo, o médico é “ou deveria ser, antes de tudo um ouvinte de histórias”, o que, segundo ele, combina muito bem com a arte de contar.
“É sempre a partir das histórias que escuta que o médico toma o seu percurso de diagnóstico e de cuidado com as pessoas”. O médico escritor ressalta como a aceleração da vida nos tempos modernos acaba tomando todo o tempo das pessoas e registra o que observa na prática de sua profissão: “Talvez a maior queixa, hoje, de nossos pacientes, é que não temos mais tempo para ouvir suas histórias”. Esse é um dos motivos que o levou à literatura, a combinar literatura com medicina. “Faz-se inevitável que parte dessas histórias venha habitar em nossos escritos. Nesse sentido, é um privilégio ser médico”.  
Seu romance “Interior da gente” tem como cenário a região do baixo Tocantins, no Pará, prevalecendo como pano de fundo a diversidade ambiental dos rios, floresta e povoados. “No livro, ganha voz o sotaque interiorano dali, na época em que a história decorre, começo dos anos 80”. O romance conta a história de um jovem intectual interiorano dividido entre a terra natal, a cidade grande e o mundo. 

Edição: Roberto Lisboa
Fonte: O Liberal

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA