A poesia simplificada em versos expansivos


Todas as palavras que acumulamos e são aplicadas em quaisquer que sejam os termos, podemos usa-las em versos poéticos, principalmente quando essas palavras são ditas ou escritas por um poeta. Nos experimentos da vida, o poeta busca alternativas concretas para dar conotação ao que escreve, todavia, surgem oportunidades para ele mostrar sua produção em grupos distintos, entre os quais, a classe estudantil.
Na qualidade de poeta, tenho trocado experiências com estudantes, participando de Saraus, onde exponho meus poemas e também me expresso, contando parte da minha história como escrevedor de títulos publicados mundo afora.


Na Escola Estadual D. João VI/Capanema-PA, participei do Sarau promovido pelos alunos do 3º ano do Ensino Médio, coordenados pela professora Ana Botelho, razão de satisfação de minha parte por poder contribuir com a educação da minha cidade, setor que tem produzido vários profissionais. E foi assim e assim será, minha intimidade com as letras, provocando reboliço cultural por onde quer que eu vá.

O encontro com alunos da Escola D. João VI foi bastante proveitoso, e com eles, tenho certeza aprendi mais um pouco, para poder transmitir a outros. Tenho fé que nos próximos encontros, certamente vou novamente trocar ideias. No Sarau realizado ontem, dia 29 de junho, me fiz acompanhar dos meus colegas da Academia Capanemense de Letras e Artes-ACLA: Paulo Maximiliano e Rosilda Dax que junto comigo, interagiram com a turma, mostrando cada um, a sua poesia. Ressalto que nossa participação foi tão importante que de imediato surgiu um poeta na sala, o cidadão que tem o nome de Messias. Ele declamou dois poemas: Um que fez para sua esposa e outro que usou passagens bíblicas. Confesso que fiquei impressionado com o desempenho de Messias e ele, no uso de sua modéstia, ainda disse que não se considera poeta. Imaginem se ele explorasse sua patente por aí!

Considerando que a poesia é uma expressão de sentimentos, muito me honra participar de eventos culturais e ainda poder convidar meus pares para também mostrarem seus trabalhos. Junto-me a Rosilda e ao Paulo Max, para agradecer a deferência da direção da Escola D. João VI e mais ainda aos alunos do 3° ano do Ensino Médio. Cumprimos mais uma de nossas missões em favor da Literatura e abraçamos cada um dos bravos estudantes que se posicionaram em uma sala para nos ouvir. Viva a Cultura e que Deus Seja Louvado! (PV).


**O autor é jornalista, escritor e poeta, integrante da Academia Capanemense de Letras e Artes-ACLA, titular da cadeira n° 5.

***As fotos desta publicação foram captadas do Facebook da aluna Yeda Ramos.

Agradecimentos: Ao Diretor da Escola, professor Antonio Maria Lima; às professoras: Ana Botelho e Eliete Serra, pela acolhida. Estendo também minhas cordiais saudações às alunas: Ana Clara Souza e Yeda Ramos, responsáveis pelo convite para nossa participação no Sarau. Em enfim, agradecemos a toda comunidade escolar que faz parte da Família D. João VI.

Comentários

MENSAGEM DA SEMANA